minttics.gov.ao
MINTTICS
21 Novembro de 2022 | 08h11 - Actualizado em 21 Novembro de 2022

ANGOLA: MAIS DOIS MESTRES EM GESTÃO DE PROJECTOS ESPACIAIS

O Programa Espacial Nacional, conta desde hoje, 21 de Novembro, com mais dois mestres em Gestão de Projectos Espaciais

Osvaldo Porto bem como Júlio Morais, participaram, cada uma, da sessão pública de defesa da dissertacao sessões públicas , uma das mais renomadas universidades ligadas à indústria aeroespacial europeia.

Osvaldo Porto e Júlio Morais, quadros do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), receberam a qualificação de "Excelente” e de "Muito Bom”, em apresentação pública, cada um, da dissertação de mestrado em Gestão de Projectos Aerospaciais  no ISAE-SUPAERO, em Toulouse, França.

O Mestrado Avançado em Gestão de Projectos Aeroespaciais (Aerospace Project Management) tem como objectivo preparar os estudantes para uma carreira internacional em gestão de projectos na Indústria Aeroespacial e de Defesa. Este programa de formação permite desenvolver habilidades e conhecimentos avançados de gestão para gerir equipas de projectos internacionais.
Em breve, mais um angolano receberá o título de Mestre em Serviços e Aplicações Espaciais, onde vai  apresentar, na próxima quinta-feira, 24, a sua Dissertação de Mestrado.

Fruto de uma parceria entre  Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS), com a empresa francesa Airbus, e o  GGPEN, juntamente com a maior empresa aeroespacial e de Defesa na Europa, desenhou um programa espacial junto do ISAE-SUPAERO, que já formou, até ao momento, oito mestres angolanos em Aplicações e Projectos Espaciais: quadros do Programa Espacial Nacional – número este que irá subir para 11, com a formação de mais três engenheiros angolanos que se encontram em Toulouse.

Com esta parceria e programa de formação, o GGPEN está a cumprir com um dos cinco pilares do Programa Espacial Nacional (PEN) - a formação de quadros no sector espacial.

Essas formações vão permitir a criação de aplicações espaciais com impactos nos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), alinhados à aspectos existentes no ANGOSAT-2 e o Programa de Observação da Terra, além da dinamização dos projectos de cooperação internacional com o MIT, que conta com apoio da NASA, SADC, entre outros.

Fonte: GGPEN


Voltar

Canais de Atendimento

Fale connosco através dos Canais de Atendimento deste Ministério